You are currently viewing A oportunidade de negócio para contadores no setor do e-commerce

A oportunidade de negócio para contadores no setor do e-commerce

A crescente popularidade do comércio eletrônico, mais conhecido como e-commerce, abriu oportunidades para que as empresas vendessem produtos diretamente aos consumidores. 

Muitos proprietários de empresas capitalizaram esta tendência estabelecendo frentes de lojas on-line ou vendendo suas mercadorias por atacado para mercados on-line de terceiros. 

Esses canais permitiram que os vendedores chegassem diretamente aos clientes potenciais e cortassem os intermediários na cadeia de fornecimento. 

Entretanto, quando se trata de escolher o regime tributário que a empresa deve adotar como e-commerce, as coisas se complicam um pouco. 

Entender qual é o melhor regime tributário para empresa requer pesquisa, análise e uma boa assessoria.

Esse tipo de negócio geralmente trabalha com margens baixas e seu poder de expansão pela internet é extremamente agressivo, quanto maior o investimento em anúncios e estratégias de marketing, maior seu resultado, fazendo com que essas empresas tenham vida curta no regime do Simples Nacional.  

Surge a oportunidade para os contadores

Como todo negócio, é primordial que o empresário tenha uma gestão qualificada, avaliando seus custos e despesas, é nesse momento que surge a oportunidade para os profissionais da área contábil. 

Muitos desses empreendedores iniciam seus negócios por conhecer a estratégia comercial, porém levam um tempo para entender a gestão do negócio e, principalmente, os impactos tributários que esse tipo de operação carrega. 

As empresas com maior tempo no mercado já praticam estratégias tributárias que os tornam mais competitivas, como por exemplo:

  1. Qual estado possui melhores benefícios tributários para o setor?
  2. Que tipo de planejamento tributário é possível ser realizado?

Qual o maior problema para as empresas do e-commerce?

Que a guerra entre os estados é existente no Brasil, isso não é novidade. Os Estados buscam cada vez mais criar benefícios tributários relacionados ao ICMS para captar o maior número de empresas possíveis, com o objetivo de melhorar sua economia local. 

E quando falamos de empresas do e-commerce um dos principais problemas desse setor é o ICMS, como podemos exemplificar:

  1. Geralmente são produtos tributados pelo ICMS-ST;
  2. Comercializam produtos importados em operações interestaduais acumulando créditos, devido a alíquota diversificada;
  3. Geralmente vendem para consumidores finais, sujeito ao pagamento do diferencial de alíquota.

Esses três tópicos citados, geram uma imensa dor de cabeça a esse setor. O profissional que quer se especializar nesse segmento deve iniciar pelo entendimento prático do ICMS, oferecendo serviços de planejamento estratégico tributário e, principalmente, estar atualizado com as constantes mudanças na legislação. 

Alguns estados já se destacam em benefícios para o setor, como por exemplo: Minas Gerais, Espírito Santo e Santa Catarina. 

Quanto maior for seu conhecimento com o setor, maior será sua autoridade, podendo elevar seus honorários e principalmente terá um cliente por longo tempo, devido ao retorno financeiro que sua estratégia provoca no negócio dele.

Além de assessorar contabilmente, uma grande estratégia seria iniciar apenas pela consultoria tributária, uma forma de ganhar confiança do cliente e mostrar seu efetivo trabalho.

Deixe um comentário